Loading...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Monólogos com você...

- Tá, mas por que?
- Por que eu vim aqui pra te ver, mas já cansei de você.
- Tá.
- Eu estava de saco cheio de todo mundo, queria que alguém me escutasse, queria falar tudo de mal que eu pudesse falar de todo mundo, para alguém que não diria nada disso para as pessoas, queria beber, beber, beber... beber até cair, do lado de alguém que não iria me sacanear... e vim aqui... ver você.
- Aham...
- Sabe, Eu achei muito legal quando você me conheceu... Não fez uma brincadeira sem graça, não me deu uma cantada, não ficou olhando para os meus peitos, pra minha bunda nem nada... Achei muito legal isso da sua parte... Entende?... Achei isso bárbaro.
- Sei...
- E você me escuta! isso é o melhor de tudo! Olha, está vendo? ninguém mais está prestando atenção no que eu estou falando... Só você.
- hahahahaha...
- Eu fico pensando em que presente eu daria pra você... Acho que uma daquelas garrafinhas de saquê bem bonitinhas que tem na adega elegante lá perto de casa... Mas daí eu desisto, por que sei lá, é um presente muito bacana para dar pra você, por que você não merece mesmo! Eu iria querer que você bebesse bem devagarzinho para ficar mais tempo lá nas suas coisas, e você se lembrar de mim por mais tempo quando olhasse para a garrafa... Mas você beberia tudo de uma vez só com os seus amigos junkies em qualquer festa estranha ou noite de segunda feira sem nada pra fazer. Não daria a mínima importância para o carinho com o qual eu dei o presente pra você.
- Ooowwwnnn...
- Eu não daria uma camiseta de banda para você... Você começa a gostar de uma banda e logo já esquece... Então não faz sentido te dar uma camiseta dessas sabendo que você nem liga mais para a música de quem está na estampa...
- Poxa vida...
- Eu não daria um filme para você também... Você com certeza sempre teria um outro filme como preferido, Por que sei lá... O país em que foi filmado o que eu te dei não passava por problemas religiosos e sociais como um outro qualqeur que você falaria...
- Meu deus!
- Eu te chamaria para ir em um show... Um show que fosse a sua cara... Numa chopperia, bossa nova! bossa nova francesa! É, eu te levaria no show daquela banda lá, você gosta a mais de três anos daquela banda!
- Verdade...
- E daí eu não sei mais... Por que quando saíssemos, eu acho que você iria querer ir para a sua casa rápido, e nem iria querer tomar um café comigo, mesmo se fosse Havana! A gente só iria fumar um cigarro e iríamos embora.
- Nossa...
- Você iria chegar na sua casa, e entrar no Messenger, com uma música de uma banda de rock, no seu subnick, E eu ficaria arrasada...
- Avacalhou agora...
- E eu iria ficar comentando essas coisas suas comigo mesma, tentando achar algo que desse certo... Mas você estaria lá na minha imaginação, dizendo: "Aham, Nossa, Avacalhou agora, Sei, Eu ri, Meu Deus, Verdade", A cada frase que eu terminasse...

Nenhum comentário:

Postar um comentário